<

domingo, 15 de janeiro de 2012

SYRIL PEDROSA

Ele é um francês luso-descendente.



Cyril Pedrosa bebeu Alvarinho, provou as melhores sopas (com ou sem orelha de porco), apanhou nêsperas maduras no quintal e não teve mãos a medir — agradeceu a hospitalidade e foi juntando os produtos da terra na atafulhada mala do carro.

“Portugal” — é um livro de banda desenhada com mais de 260 páginas imaginadas pelo neto de portugueses que emigraram para França nos anos 30.
“É como descrever um labirinto”, diz Pedrosa, que nesta obra autobiográfica é Simon Muchat, um ilustrador com um bloqueio criativo e problemas conjugais.

O autor e a sua personagem (a família de Ciryl é natural da Figueira da Foz; a de Simon é de Marinha da Costa) andam “em ziguezagues, para a frente e para trás”, às voltas com as suas origens, com um volumoso álbum de recordações.
Trata-se, em "Portugal",de cruzar, na vida de um autor de BD, o seu país e a viagem às raízes encobertas no país dos seus avós.


"PORTUGAL" EM BANDA DESENHADA


0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger

-->

Referer.org