<

quinta-feira, 8 de março de 2012

8 DE MARÇO

DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES

Sem pretender ofuscar a alegria da Comemoração do 8 de Março, permitam-me, uma primeira atitude nesta data, (já que nada mais posso e sei fazer por uma causa tão dramática e gritante) – Saudar respeitosa e sentidamente, neste Dia, as heroínas silenciosas e anónimas de todo o Mundo que diariamente com os seus filhos no regaço, assistem impotentes à sua morte motivada pela guerra, fome e epidemias! Estamos com a vossa dor mas isso não basta! Devemos gritar aos quatro ventos que esta situação dramática e vergonhosa acabe!

Tentando prosseguir com este Tema – o dia Internacional da Mulher, interpreto e entendo-o como um Acto que englobará várias manifestações – umas de carácter público, pelo reconhecimento das Mulheres que se destacaram profissionalmente ou noutro qualquer acto digno de relevo – outras de cariz mais abrangente e popular através dos convívios e conferências, não menos importantes pelos seus objectivos bem definidos, pois reconheço que estas reuniões são momentos perfeitos para as pessoas trocarem ideias, esclarecerem e transmitirem os valores a defender no “Terreno”... Os desafios que esta Sociedade exige de nós, tanto no campo político como no civil, vem demonstrando diariamente, a necessidade de uma grande firmeza de princípios – o sentido da justiça, dos deveres e direitos, do que é ser solidário, o que significa partilhar, não vacilar perante as dificuldades ou intimidações. Resumindo isso é na prática exercer a cidadania! Mas não deixa de ser importante também, termos a noção do nosso valor enquanto pessoas e sabermos o que queremos. Só seremos respeitadas na proporção da nossa firmeza de princípios e da nossa coerência. Não é fácil alcançar-se esta postura, sobretudo agora com a crise social e económica e por isso faz todo o sentido aproveitarmos momentos como este, o Dia da Mulher porque será um veículo de união, de descontracção e de partilha fortalecendo o nosso optimismo e fazendo-nos sentir integradas no mundo real em igualdade com os restantes cidadãos e sem discriminações. E nesta base, estou com o 8 de Março e com as Mulheres concretamente as mais jovens, as desempregadas e com todos aqueles que se associarem a nós. É bonito e gratificante sentir que fazendo parte de um todo, somos a tal "peça" especial desta "Máquina", impulsionando-a a rolar sempre e sempre garantindo que nada trave ou comprometa o Futuro das gerações!

Etiquetas:

1 Comentários:

Blogger Manuela Curado disse...

SUBESCREVO NA ÍNTEGRA.

4:04 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger

-->

Referer.org