<

segunda-feira, 12 de março de 2012

A 9 de Janeiro de 2010 publicamos o seguinte post
Isto vem a proposito do Alberto Casais ter tido a lembrança de se promover um encontro de antigos rugbystas dos anos 60 e de efectivamente o Licor Beirão ser a marca que vende.

E prontusssss. Está montada a tenda...
O Ze Redondo entrou e abriu o livro das suas memorias.
Puxámos pelo Ze Redondo, pois que alem de atleta da Academica da nossa juventude, foi um grande amigo de cavalinhos deste bairro.
No rugby foi colega do João Jose ( Big John ), do Carlos Falcão, do Vilela, do Alberto Casais, do Alvaro Corsan e mais um outro que não recordo nome que morava na Rua A.
Havia tambem no rugby o Vasco Silva da Escola Agricola, que vivia na Rua de Angola, por acaso meu parente, descendente de Mucelão, da Moura Morta e de Vilarinho do Alva.
Como esperamos tambem que o Ze Redondo, numa das proximas Rotas apareça com uma Caixinha do seu famoso Licor, a exemplo do que fez o Candido com o Vinho da Casa da Urra, então cá vai a conversa dele com o C.Falcão.
Que memória querido Amigo Carlos Falcão. Jamais te esqueci e muito tenho falado de ti com vários daqueles que indicas. Tenho acompanhado as tuas crónicas e foi por ter colocado o teu nome no google que cheguei a este tão importante e bem estruturado espaço de diálogo. Depois apararecem outras crónicas de elevado nível, muitas vezes dou comigo a apreciar a vivência dum grupo de que também fiz parte, mesmo não vivendo nesse espaço tão marcante da cidade de Coimbra.De ti recordo a tua alegria de viver e a extraordinária camaradagem que extravazavas e, sobretudo, por já na altura seres um tipo de convicções fortes.

Em 1973, JCR com os seus atletas. da Escola

Sabia que estavas para França, onde durante 15 anos passei sempre 12 dias de férias com a família, visitando todos os recantos desse país. Mas como não quero obviamente estar a "chatear" com as minhas memórias todos os que visitam este blog, vou-me só referir em termos de desporto ao meu 2º grande amor que é o ciclismo. Aqui está JCR com uma das suas equipas de jovens

Por isso quando te "vejo" a fazer esse desporto com tanto entusiasmo deixa-me confessar-te que há mais de duas décadas ( e isto por força do que via em França) que me dedico ao BTT. Até aqui há meia-duzia de meses fazia com facilidade 40 Kms por tudo o que era carreiro à volta da Lousã, ou de Quiaios onde vou com frequência. Subia muitas vezes 3 vezes ao dia a Serra da Boa Viagem. Tenho em casa mais de 12 BTTs. Fazia diáriamente voltas com os meus 3 rapazes. Forma simples e divertida de discutirmos assuntos profssionais. Digo isto no passado porque desde Maio que parei com a bicicleta com medo de me afectar a próstata. Foram só 8 kgs a mais desde aí. Conheço a palmo todos os picos famosos do Tour e a minha próxima maluqueira é comprar uma auto-caravana para acompanhar as etapas de montanha do Tour. Durante anos investi fortemente no ciclismo português (onde encontrei algumas vezes o Carlos Júlio reporter da Antena 1) mas infelizmente a falta do Benfica (e o doping) retiram muito retorno ao investimento.

JCR cm o c avalinho Horacio Antunes, na altura Presidente da Câmara
Continuo a apoiar tudo o que são provas amadoras e sobretudo de BTT. Por isso, caro Falcão, tivemos um elo de ligação no rugby, mas continuamos afinal com as mesmas tendências desportivas. A nivel de rugby que lançei na Lousã em 1973 e depois de 36 anos tenho um bem estruturado clube de rugby, com um belissimo estádio, mais de 200 atletas, 9 equipas em actividade todos os fins de semana, vários profissionais na parte organizativa, um bom ginásio com muitas actividades. Foi através do rugby que a Lousã se geminou com Prades no Sul de França. Quase diria que me sinto muito realizado em 3 vectores da minha vida. Família (4 filhos e 9 netos que todos os dias almoçam e jantam em minha casa), Empresarial com o Licor Beirão que é agora o espirituoso mais vendido em Portugal e Desportivo com o Rugby Club da Lousã. Aliás fui condecorado em 1999 pelo Governo pelo trabalho feito nesse sector.
Enfim muito mais havia a dizer. Agora estou aqui num Hotel de Lisboa, pois ontem vim votar para a eleições da Federação (35-35 um inacreditável empate nas duas listas a sufrágio) de seguida tenho um almoço de família em Alcantara para depois ir ver ao estádio Nacional a 2ª parte do Rugby Linha Cascais com o RC Lousã. O filho que vês a falar na reportagem foi internacional de rugby e joga hoje a... abertura.
Os outros dois filhos deixaram de jogar este ano. Feitas estas introduções, fica o convite irrecusável de me visitares na Lousã. Costumo estar todos os fins de semana com o Tony, que tem uma casa lá perto, com o Celibé que faz como eu parte da Confrarugbia (um grupo de 15 "velhos" que se reunem todos os meses num fantástico almoço). Podes acompanhar o historial do Rugby da Lousã no nosso site: http://www.rclousa.com/
Não te roubo mais tempo. Um abraço e até breve.
Ze Redondo
Alvaro Apache

Etiquetas: ,

2 Comentários:

Blogger RI-RI disse...

BOA!

9:49 da tarde  
Blogger Manuela Curado disse...

Ínteressantíssima reportagem!!!!

Espero que apesar do meu estatuto feminino consiga ter um lugarzinho numa qualquer reunião que se efectue.
Tendo começado a namorar o Vasco com 16 aninhos, muitos de vós me são familiares.
Seria para mim um prazer.
Um abraço

6:57 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger

-->

Referer.org