<

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

MUMADONA DIAS


FUNDADORA DO CASTELO DE GUIMARÃES

Aristocrata galega, do século X, aparentada com os reis de Leão. Filha dos condes Diogo Fernandes e Onega Lucides e bisneta de Vímara Peres.

Célebre, rica e mulher mais poderosa no Noroeste da península Ibérica, é reconhecida por várias cidades portuguesas devido ao seu registo e acção. Foi casada com Hermenegildo Gonçalves, conde de Tuy e do Porto, de quem teve seis filhos.

Já viúva e herdeira de uma grande fortuna , que a deixou na posse de inúmeros domínios, numa área que coincidia sensivelmente com zonas que integrariam os posteriores condados de Portucale e de Coimbra.

Terá fundado, na sua quinta de Vimaranes, um mosteiro dúplice ao qual, alguns anos mais tarde, doaria terras, gados, ornamentos de culto, livros de carácter religioso e outros rendimentos.

O crescimento populacional e gradativamente estruturado, desenvolvido à volta daquele convento assim como o castelo para a proteção deste mosteiro e das suas gentes das incursões dos Normandos, determinou a construção de um castelo (Castelo de Guimarães), à sombra do qual se desenvolveu o burgo de Guimarães, vindo a ser sede da corte dos condes (originalmente batizado de S. Mamede) que, por razões defensivas, foi levantado por Mumadona entre 950 e 957 originaram aquilo que viria a ser o burgo vimaranense.
Em pouco tempo se desenvolveria, aqui, um importante centro religioso, económico e político, largamente apoiado pelas dádivas de Mumadona Dias e, mais tarde, de seu filho Gonçalo Mendes.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger

-->

Referer.org