<

domingo, 26 de agosto de 2012

CAVALO SELVAGEM

A MINHA PRIMEIRA PARTICIPAÇÃO
( 19 DE JULHO DE 2OO8 )
A NELA CURADO ACORDOU E, CHIÇA!, COM CITAÇÃO DE BOB DYLAN!!! NÃO É PARA TODOS!!!
Bem, rapazes, para pôr ordem na casa, vamos voltar às recordaçôes femininas.
(nota do editor)


Olá queridos amigos:

Diz Bob Dylan, "cuida bem das tuas memórias - não podes voltar a vivê-las". Por isso aqui vai a estória de duas meninas que viviam num "bairro encantado".

Os dias eram longos e belos.
Havia tempo para correr atrás das lindas borboletas, dos feios mas curiosos gafanhotos, observar as formigas e os bichinhos de conta, mais os lentos caracóis e as meladas minhocas.
A minha rua era a última do bairro. Logo a seguir havia um grande pinhal, o pinhal de Marrocos, que era o enlevo da criançada. Tinha tudo. Uma gruta misteriosa de onde saía um fiozinho de água, belas amoras roxas, cardos amarelos (e então o musgo pró presépio? - nota do editor) e a Quinta das Flores, onde pela tardinha iamos buscar o leite quentinho tirado "ao momento" e, logo aos nossos pés, o Rio Mondego, onde mais velhas nos atreviamos a chegar.
Belas noites de luar, comum leve sopro quente no Verão, onde sentados no passeio, com outros meninos, faziamos o nosso "Jogo aos Reis e às Rainhas ".
Tu és o Rei Raio Azul e eu sou a Rainha das Estrelas.
Queres casar comigo?
De quando em vez interrompiamos a brincadeira para observar a bicharada.
Havia de tudo. Pirilampos, mochos, corujas, morcegos e cheiros gostosos a campo que nunca poderei esquecer.

Vossa
Nela Curado

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger

-->

Referer.org