<

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

HISTÓRIA DE PORTUGAL

- INTRODUÇÕES GASTRONÓMICAS

" STROGONOFF E SOPA JULIANA"

6 de setembrode 1834

"- Mas que invenção vem a ser esta? gritou a marqueza
- Ora , senhora minha mãe- veio acudir Henriqueta, dama camarista da rainha.
- Estamos só a pôr em prática as receitas que a mana JULIANA mandou da Russia. Um dia destes levo-as ao paço.
- Sabe bem que na Russia as pessoas perdem os dentes por culpa do clima e da alimentação, não se trata de um privilégio exclusivo do conde STROGONOFF!
- É certo que, segundo diz a mana, o conde não tem dentes, mas é também certo que era esta a ementa mais comum dos soldados russos, e o conde Strogonoff, nosso ilustre cunhado, vá lá saber-se porquê,, afeiçoou-se ao prato..
- Dizem que tal se deve ao cozinheiro de Sua Magestade o Czar, que aprimorou a receita  com outros temperos. Dizem que o conde o protegia de tal forma que o cozinheiro resolveu batizar a carne  com o seu nome.
- E vai dizer-me  que ontem  a minha mãe também não apreciou a receita da sopa que a JULIANA mandou, como sendo muito ao gosto do conde?-couves, cenoura, beterraba,nabo e aipo, tudo desfiado.
- Pois olhe que o mano muitos elogios lhe fez! Também foi receita da Juliana  e até já a batizámos : SOPA JULIANA!."




D. Leonor de Almeida Lorena e Lencastre (1750), Marquesa de Alorna e condessa de Oeynhausen (ALCIPE), a nossa maior poetisa do pré-romantismo, pintora e feminista, que por ser descendente dos Távoras, viveu encerrada no Convento de Chelas, dos 8 aos 18 anos, por ordem de D. Sebastião José de Carvalho e Melo ( Marquês de Pombal).

 A 3ª filha, D. JULIANA Maria Luísa Carolina Sofia de Oyenhausen e Almeida, Condessa de Oyenhausen, Condessa da Ega e Condessa de Strogonoff, era uma “maluca”, bonita como a mãe e danada para a brincadeira, pois 1º casou com Aires José Maria de Saldanha Albuquerque Coutinho Matos e Noronha, 2.º conde da Ega, de quem se separou.
. “A formosura da condessa da Ega cativou o general Junot, que em 1808 invadiu o nosso país, e os seus amores tornaram-se tão públicos que ficou sendo conhecida como amante do primeiro ajudante de Napoleão.”
Depois deter vivido à grande na corte de Napoleão e ter ficado viúva, casou com Gregório Alexandre Ironwisch, conde de Strogonoff e mudou-se para S. Petersburgo na Rússia.


0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Powered by Blogger

-->

Referer.org